Buscar

Plataformas de aulas a distância de universidades são invadidas por hackers.

Atualizado: 6 de jan. de 2021


Professores universitários são alvo de ataques pela internet. Hackers estão invadindo plataformas de aulas a distância para publicar discurso de ódio e conteúdo inapropriado. Nesta semana, um evento da UFMG sofreu com a ação destes invasores.


No Paraná, uma videoconferência sobre a história da África foi invadida com desenhos, pornografia e áudios de conteúdo político. Em Minas Gerais, um debate virtual sobre saúde sexual e reprodutiva, maternidade e raça também foi invadido. O Instituto de Ciências Penais orienta as vítimas a registrar ocorrência na delegacia de crimes cibernéticos.


Em nota, a UFMG informou que o episódio gerou medo e perplexidade entre os participantes e considerou o ataque uma grave ameaça à missão da universidade de produzir conhecimento e difundi-lo de forma democrática que fará o que foi necessário para enfrentar a violência contra a liberdade de expressão e o fazer acadêmico.


A Universidade Federal do Paraná não se pronunciou sobre o caso.


Você quer entender como um projeto de segurança corporativa acontece? Clique aqui agora mesmo!

Fonte: Globo G1

3 visualizações0 comentário