Buscar

Caixa Tem sofre ataque hacker para 'zerar saldo' do Auxílio Emergencial.

Atualizado: 6 de jan. de 2021



O governo identificou que uma "ação orquestrada" estava sendo elaborada para tentar desestabilizar o aplicativo Caixa Tem, que realiza os pagamentos do auxílio emergencial.

Uma dessas ações, segundo fontes do governo, teria mobilizado "robôs" para fazer disparo de mensagens de que o aplicativo estaria com problemas para a visualização de saldo.

Segundo o general Oliveira Freitas, Assessor Especial de Segurança da Informação do GSI (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência), na véspera do pagamento dos auxílios, aumentam os registros de tentativa de fraudes no Centro de Tratamento e Resposta a Incidentes Cibernéticos de Governo (CTIR Gov).


"Nós divulgamos apenas dados genéricos para não estimular a prática. Mas sabemos que quando começou esse processo o número de ataques ao sistema aumentou muito. Quando se detecta indício de crime informa-se à Polícia Federal que toma as providências cabíveis", disse à coluna.


Procurada, a CAIXA informou que a consulta ao saldo "está funcionando normalmente no CAIXA Tem e não houve registro de intermitência na função do aplicativo". Segundo o banco, apenas nesta terça-feira (14), já foram atendidas mais de 10 milhões de solicitações de saldo.


O CTIR reconhece que "está ocorrendo um aumento de diversas atividades de criminosos cibernéticos no intuito de obter vantagens através da disseminação de aplicativos maliciosos".


Um dos golpes também bastante comum identificado pelas autoridades é a tentativa de enganar usuários por "malwares voltados para capturar informações das pessoas ou exigir o resgate de arquivos que foram criptografados".


Você quer entender como um projeto de segurança corporativa acontece? Clique aqui agora mesmo!

Fonte: Uol

8 visualizações0 comentário