Buscar

Bots são confiáveis? O quanto devemos apostar na qualidade deles?



Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos da América constatou que 41,5% das pessoas não confiam nos recursos oferecidos pelos Bots. Outra pesquisa perguntou: “Quais as palavras que melhor descrevem suas emoções em relação ao Bots?”, a resposta foi:


· Interesse – 45%;

· Preocupação – 40,5%;

· Ceticismo – 40,1%;

· Insegurança – 39,1%;

· Desconfiança – 29,8%.


Em plena Era digital onde tudo se transformou rapidamente em tecnologia, esses resultados chegam impressionar, afinal estamos acostumados a confiar nos recursos para atividades muito importantes como o trabalho por exemplo. Portanto, quais seriam as causas dessa insegurança em relação aos Bots?


É perceptível que o público tem grandes preocupações sobre como os dados e a tecnologia estão sendo usados, bem como os líderes de negócios carregam a incerteza do que podem implementar, sem violar regras ou arriscar danos à reputação da sua empresa.


Mas será que este alarde realmente é necessário? Afinal, devemos apostar na qualidade dos Bots ou isso pode ser um risco altíssimo?


Por que muitas pessoas não confiam nos Bots?


Existem muitas razões para que as pessoas tenham receio em relação ao emprego da tecnologia dos Bots, especialmente nos negócios. A principal delas está totalmente relacionada com o relacionamento interpessoal.


Estabelecer uma confiança entre parceiros, fornecedores e clientes é essencial para o sucesso da empresa e, até então, sabemos fazer isso de uma só forma: comunicação pessoal e de preferência personalizado.


A confiança é uma atividade básica na interação humana. Sem confiança, muitos laços sociais importantes podem estar em risco e os negócios carregam uma responsabilidade extra, afinal negócios são sinônimo de comprometimento.


Basicamente, existe uma correlação direta entre a preocupação das pessoas com relacionamentos interpessoais e a falta de confiança no emprego de tecnologia como os Bots, do ponto de vista que as pessoas são mais cofiáveis e por isso não devem dividir suas atividades com sistemas automatizados.


Estabelecendo o nível da confiança:


O avanço dos Bots é realmente impressionante, um exemplo básico que testou a tecnologia em comparação com os recursos humanos foi a realização de uma competição entre máquinas patrocinada pela DARPA.


O jogo conhecido como “Capture a bandeira” consistia em explorar vulnerabilidades da máquina do time oposto, encontrar uma “bandeira” escondida nos códigos e comprometer a bandeira do oponente. Tudo isso sem a intervenção humana.


Basicamente a estratégia ideal é que as máquinas tiveram que identificar vulnerabilidades no sistema de um oponente, corrigi-las em seu próprio sistema e explorá-las nos sistemas dos adversários para capturar a bandeira. Definitivamente um caso de grande sucesso.


Isso prova que os Bots são capazes de aprender. Através de uma programação personalizada para cada aplicação, eles podem empregar diferentes funções das mais básicas às avançadas. Quando bem empregada a tecnologia pode sim se igualar ou exceder as atividades humanas.


Bots bem programados aumentam a confiança:


A tecnologia testada pela DARPA provou que quando um Bot é devidamente programado, ele pode exercer inúmeras atividades. O caso apresentado é relativamente complexo se comparado à outras atividades mais básicas e operacionais onde os Bots são geralmente empregados nas empresas.


Afinal, o que são envios de e-mails e extração de relatórios se comparado a esse tipo de desafio? Embora o envio de e-mails e extração de relatórios sejam muito importantes no dia a dia das empresas e impactem sim na confiança dos negócios, os Bots são capazes de fazer isso e muito mais.


Isso assegura que a tecnologia empregada pode sim oferecer segurança em seus processos. Os Bots já provaram ser capazes de exercer diferentes funções, entretanto algumas considerações adicionais devem ser feitas antes de aderir à tecnologia.


O que considerar antes de aderir aos Bots?


Aderir aos Bots nos negócios deve ser um processo cauteloso, já que como foi mencionado acima, o mal emprego do mesmo pode comprometer o relacionamento entre empresa e parceiros.


Por isso, antes de aderir ao Bots é necessário que a empresa contratante escolha um fornecedor devidamente capacitado para tal, bem como assegure um serviço personalizado para a necessidade da empresa.


A primeira questão a ser observada é a transparência de ambas as partes. Busque por um fornecedor da tecnologia que apresente exatamente o que os Bots são capazes de exercer, assim como as limitações do processo.


Desta forma, você conhece o serviço ao máximo e não corre o risco de se deparar com alguma situação inesperada. Além disso, busque contratar empresas que realmente tenham experiência e certificação no segmento.


Embora algumas pessoas ainda sejam receosas em relação aos Bots, a tecnologia está sendo empregada por muitas empresas de diferentes nichos para que possam se destacar em competitividade.


Conclusão:


Os Bots oferecem desenvolvimento às empresas de diferentes segmentos e portes, de modo a impulsionar os negócios e ter excelentes resultados com os processos internos de maneira segura e eficaz. Mas é importante ressaltar que devem ser fornecidos por uma empresa que assegure qualidade.


Se você também quer colocar a sua empresa no mundo tecnológico seguramente, alcançar bons resultados e ainda contribuir para o bom relacionamento com os parceiros, fale com a gente! Temos uma proposta especialmente para a sua necessidade.

15 visualizações0 comentário